CADEIRA PRIMAVERA

14.7.22

A história da agora denominada cadeira primavera aconteceu como tudo na minha vida: no imprevisto. A cadeira em si, típica dos anos 20 com um ligeiro estilo art deco no formato dos braços, encontrei-a há cerca de 30 anos num andar abandonado. Lembro-me que mandei restaura-la e arranjei um tecido neutro, pois nessa altura ainda tinha o pensamento que o a ausência de cor seria a escolha mais segura. Alguns anos e 3 filhos mais tarde, quando o "neutro" já estava cinzento do uso e pejado de nódoas, troquei o estofo para um tecido meio vintage com umas flores lilases, que não desgostava mas também não achava que tivesse agregado grande coisa. E a cadeira, foi ficando, primeiro no quarto, a seguir na sala, daquelas peças em espera para um makeover mas sem nunca chegar a sua vez. Em janeiro último acabei por pegar nela, para limpá-la do verniz escuro e tirar-lhe os riscos, mas óbvio que durante o processo não tive o cuidado de proteger o tecido (nem sei se queria de fato protegê-lo) e acabei por ser obrigada a tirá-lo. Seguiram-se meses da cadeira na sala de casa, somente em "roupa de baixo" (dracalon usado pelos estofadores) à espera que eu tivesse alguma ideia boa para ela. Até que a inspiração chegou: no ano passado ofereci-me de anos (e estendi à família) uma estadia nas Penhas Douradas, Manteigas, Serra da Estrela, pois tinha o desejo de conhecer a reabilitada Burel Factory, cuja história é fascinante e a própria visita à fábrica com a maquinaria antiga e a mostra infindável de produtos que desenvolvem é um passeio inesquecível. Ficaram-me sempre na cabeça os painéis em 3D e as suas inúmeras possibilidades, e a vontade de encher a cadeira de flores não me saia da cabeça. Os painéis não são vendidos a metro pelo que plantar um jardim na cadeira deu-me um certo trabalho: passear com ela até ao estofador para que este fizesse os moldes daquilo que iria precisar para forra-la (e trazê-la de volta para casa porque a oficina do estofador é pequena e ele não podia ter lá a peça sine die), levar os moldes à loja da Burel no Chiado para obter um orçamento, seguindo-se a tarefa complicada de decidir as cores em meio a tantas e tão bonitas, e finalmente, voltar ao estofador com os painéis e implorar-lhe que fizesse o trabalho antes de ir de férias!! Enfim, estou agora a colher os frutos, ou melhor, as flores da minha escolha e completamente in love com a cadeira primavera!








A cadeira como estava antes:



Um antes e depois de um dos braços:


A diferença gritante quando comecei a esfregar com palha de aço fina e etanol para limpar todo o verniz escuro:


A seguir, a madeira limpa mas ainda sem o acabamento com goma laca:

Os moldes feitos pelo estofador e os painéis já prontos: as flores são recortadas e presas uma a uma no tecido base:


A cadeira lá em casa, só com a "roupa de baixo", à espera do makeover:

9 comentários:

  1. Ficou absolutamente fantástica! A própria cadeira é muito bonita!
    Continuação de boa semana:))

    ResponderEliminar
  2. A cadeira é linda, mas...... quem tem coragem de se sentar nela???

    ResponderEliminar
  3. A cadeira ficou um amor....até dá pena sentar nela! Adorei como ficou!
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Uau! Que mudança! Nem consigo imaginar o tempo que levou a colocar cada florinha no seu lugar. Ficou linda, encantadora e original. Mas... acho que não era capaz de me sentar nela só de imaginar que ia esborrachar as florinhas todas. :(

    ResponderEliminar
  5. Ficou muito bonita. Duas perguntas: as flores são confortáveis? E não ficam amassadas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá João, não ficou desconfortável a cadeira, não, talvez um pouco quente (no verão) pois o burel é um tecido de lã. Com o uso, as flores com certeza irão ficar mais "planas", digamos, com menos volume. Tenho noção disto, e será uma pena, mas esta cadeira é a menos usada da sala e por isso arrisquei. Na verdade ela esteve vários anos no meu quarto e aí então era praticamente só para se pousar a roupa do dia seguinte, e pode ser que de hoje para amanhã ainda migre para outra divisão. Mas de facto com o peso das pessoas irá ficar um pouco gasta e é algo que na loja nos avisam logo. Bjinho, obrigada pela pergunta.

      Eliminar
  6. Boa tarde, Val
    aqui: 13:42 tarde de terça-feira com solão.
    A cadeira já tinha muito estilo, a clareada na madeira deixou ela mais bonita, na minha opinião, agora com esse estofado, ela conseguiu os olhares só pra ela. Gostei!
    Grande abraço,
    Mari

    ResponderEliminar
  7. Val, ela já era linda, porém, agora, ficou deslumbrante. Amei!!!!
    bjs Laura

    ResponderEliminar
  8. Que linda! Você sempre arrasa!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics