BAÚ PAPRICA

11.2.24

Algumas vezes perguntam-me de onde tiro a inspiração para transformar moveis e objetos e eu costumo responder que a inspiração vem de todo o lado. E quando o digo, de facto sublinho: de todo o lado mesmo, literalmente. E a prova disso é este baú, que acabou por ganhar cor avermelhada e nome de condimento simplesmente porque no catálogo, a referência da tinta tinha uma sonoridade que não só me agradava como também remetia a um certo exotismo: paprika. E na incerteza do que fazer com o baú depois de me ter apercebido que originalmente, ele tinha um tecido maravilhoso, às riscas, mas que este havia sido pintado e era impossível lixar a tinta sem desfazer o pano já fino e gasto pelos anos, fui de fato pelo caminho de dar-lhe uma roupagem completamente distinta, com uma cor chamativa e um interior surpreendente: surgiu então a chalk paint Paprika Red pelo lado de fora e o tecido adesivo da Glu, lá para dentro. Uma parceria perfeita, que me levou a ficar com esta mala de porão, que certamente tantas viagens fez e tantas prendas transportou, aberta na sala lá de casa, só para apreciar o casamento feliz entre cor e padrão. Isto, é claro, enquanto ela não se muda definitivamente para a casa da vila que apresentei aqui. Até lá, vou lavando a vista...








O papel interior foi retirado depois de ter sido amolecido com panos ensopados em água quente:

As imagens coladas no interior: cavalos, gravuras religiosas, uma pin-up girl dos anos 20 e uma data, 1929:






O tecido às riscas tipo pijama que se encontrava por debaixo da tinta velha e que infelizmente não pôde ser salvo:


O baú, já sem o tecido, completamente despido, num estado que considerei bastante interessante:

Durante o processo de pintura com fita a proteger as ferragens e as partes que ficariam com a madeira à vista:

5 comentários:

  1. Lindíssimo!
    Adorei o resultado!
    Beijinhos:))

    ResponderEliminar
  2. Parabéns! Gosto sempre tanto dos restauros e da reinvenção das peças! O baú está simplesmete lindo!

    ResponderEliminar
  3. Lindo. Acho que o forraria, no exterior, com um tecido de chita com poucas cores. Mas gosto muito da versão paprika. Abraço-Ana Bela.

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics