CASA DE BANHO COM BANCADA DE PÉ DE MÁQUINA

11.8.18
Finalmente o pé da máquina de costura que mostrei aqui assumiu com louvor as suas novas funções, numa despensa transformada em casa de banho.  Ele agora serve de base a um lavatório de pousar num espaço feito como gosto: com elementos que não combinam necessariamente, mas se coordenam; com materiais que tiveram outras vivências e com as características de época da casa, mantidas. Nos pormenores, outros dois itens que não dispenso: luminárias pendentes e cabides de parede. As imagens não são as melhores porque o espaço é estreito e a luz, artificial, mas cumpre o objetivo: levar-vos a não terem medo da mistura pois é quando elementos diversos se encontram e se destacam que a originalidade surge!




A foto a seguir é para mostrar que a janela que dá alguma luz natural (muito pouca) à despensa foi mantida, apesar da posição ingrata em que ela se encontra: exatamente no local do espelho, impedindo que este venha a ter grandes dimensões e aumente o espaço.




Parte do piso original da despensa foi mantido mas junto à base de chuveiro utilizei um mosaico hidráulico antigo e desgastado que outrora pertenceu a uma cozinha:


Não tenho fotos da despensa no seu estado original, só durante as obras. Mas é fácil de imaginar: um espaço comum, com paredes estucadas, piso em madeira e uma janela que confina com a cozinha.

Na foto abaixo, a despensa com o piso levantado para se executar as pendentes dos esgotos. Parte do piso em madeira foi posteriormente recolocado, como expliquei mais acima:

9 comentários:

  1. Fantástico!! Minha amiga Val, a tua criatividade não existe! Nota máxima para este lavatório... Penso que o dificil será depois conseguires deixar a casa para trás, certo? Bjinho grande dos Açores.

    ResponderEliminar
  2. Esse lavatório bem que merecia viver na casa de uma costureira !!! A umidade do chuveiro não prejudica a madeira? Está maravilhosa!!!

    ResponderEliminar
  3. Olá Val, era coisa que nunca me passaria pela cabeça: uma máquina de costura antiga aproveitada dessa forma… mas gostei e adorei os azulejos também!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Olá Val,

    Ficou um espetáculo, lindo, coordenado e muito bem executado! Adorei o pé de máquina, nunca tinha visto em madeira, o piso de madeira junto com o hidraúlico, os azulejos preto e branco do duche e o detalhe que mais gosto: as paredes em concreto. Outro trabalho lindo, parabéns!
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Olá amiga Val, fico espantada com tanta dedicação que dás a cada peça e depois deixas para os outros usufruírem, será que vão dar o devido valor?
    Está divinal e muito bem enquadrada no espaço, adorei toda essa mistura.
    A minha especial atenção vai para as torneiras só mesmo tu,para descobrires estas coisas.
    Beijinho grande e parabéns.

    ResponderEliminar
  6. Val, achei lindo, muito bem planejado! Belo e funcional! Gostei demais dos acabamentos e da sua definição, de que os materiais não necessariamente combinam, mas se complementam. Fantástico!

    ResponderEliminar
  7. Great! nem preciso de mais palavras, apenas isto: great!!!
    bjs***

    ResponderEliminar
  8. Olá Val! Um lavatório que conta uma história! Único,original e cheio de personalidade. Tu tens o dom da reutilização com arte e muito bom gosto. Estes azulejos dentro da duche que escândalo de lindo. Bom fim de semana amiga,beijinhos!

    ResponderEliminar
  9. Que ótima ideia! Ficou lindo e original!

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics