PÉ DE MÁQUINA DE COSTURA

19.2.18
A minha existência tem sido tudo, menos glamourosa, desde que estou a intervir numa casa em que alguns móveis estão a ser recuperados por mim. Como durante a semana a vida passa-se no escritório, e só me dedico aos móveis nos tempos livres, isto quer dizer que os momentos de ócio são raros e que os assuntos no blog andam menos variados, centrando-se essencialmente nos "antes e depois" das peças que tenho em mãos. Sorry, prometo que é só uma fase e que a programação eclética há-de retornar!
A peça da vez é um pé de máquina de costura. Lembro-me que foi um amigo nosso que nos deu, tínhamos nós acabado de casar. A mãe deste amigo havia tirado a máquina da base, para mandar eletrificar, ele sabia que eu apreciava coisas velhas e um dia apareceu lá em casa com o pé. Por uns tempos ainda serviu como mesa lateral do sofá mas rapidamente acabou na arrecadação e lá ficou por mais de 20 anos. Agora, nas obras deste apartamento, precisei de mais um móvel que servisse de bancada de casa de banho (no outro banheiro da casa usei o móvel de stencil) e lembrei-me do pé que, por uma coincidência incrível descobri ter exatamente as medidas que eu precisava: era suficientemente estreito para caber entre o vão da porta e a parede em que encosta e o seu comprimento, perfeito para não atrofiar o espaço da sanita. O que fiz no pé não vai arrancar de quem o vê um UAU enorme e super expressivo, pois apesar de eu gostar de transformar radicalmente, existem peças que apenas pedem limpeza. E acho que esta era uma delas. Pesquisei bastante no pinterest e instagram, pés deste tipo (com "pernas" em madeira e pedal de ferro), repaginados, mas francamente, as imagens que encontrei não me agradaram. Pintar apenas por pintar, para dizer que agora o pé ficou colorido e alternativo, não me diz nada. Optei então por tirar o verniz escuro e deixar a madeira no seu tom mel. No pedal em ferro, fiz o mesmo: palha de aço fina, deixar a cor de ferrugem à vista e cera no acabamento. Ainda não está terminado, falta a pedra mármore no tampo, falta o lavatório e falta o mais importante: assumir as suas novas funções!










O pé como estava antes. À direita assinalo o local exato onde começa o vão da porta. Mais 1cm e a bancada já não caberia:
A diferença gritante que surge quando se tira o verniz antigo:


Diferença do pedal com uma parte já limpa com palha de aço e outra não:

O pé de máquina totalmente desmontado com os seus elementos já todos decapados:

33 comentários:

  1. Val,
    Ficou lindo,lindo o pé de máquina.Um trabalho de Hércules.Eu ainda não tive a sorte de encontrar um assim ,me dizendo me leva prá casa
    Já vi um lavatório assim no blog da Liz(Que baderna)mas ela não colocou o mármore.Acho que com o mármore ficará ainda mais lindo.
    Espero prá ver fotos do projeto concluído e não se preocupe pode postar todos os antes e depois,vejo mil vezes essas suas transformações e não me canso :)
    Besitos e tenha uma semana abençoada

    ResponderEliminar
  2. Oi Val,
    Estas máquinas antigas são lindas e depois da recuperação a sua ficou maravilhosa.
    Belo trabalho!
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Val fico aqui encantada com seu talento pra decoração. Imagino quão lindo irá ficar. E que paciência pra refazer tudo.
    Beijos e ótima semana. Que seja super produtiva!

    ResponderEliminar
  4. Olá Val, já estou à espera das fotos do móvel no sítio com a sua utilidade final. Isso deve ter dado um trabalhão, nem imagino sequer. Tirar o verniz, lixar, decapar (não sei se os termos estão corretos), depois pintar novamente, colocar a pedra e adaptar lavatório... Upa, upa... A Val é mesmo prendada nestas actividades, fica tudo tão lindo. Gosto muito.
    Beijinhos grande. Joana.

    ResponderEliminar
  5. Sempre encontras o ponto certo de cada peça a ser restaurada Val
    Esta realmente belíssimo!!!
    estou louca pra ver este apartamento pronto, tens que mostrar aqui :D
    Algumas madeiras tem uma cor e uma beleza que mesmo é ser original.

    Obrigada pela visita no post dos armários. Na minha lista de prioridades estão os tapetes da sala, uma nova mesa de centro, móveis para área externa e aí depois que o armário entra. No ano passado fiz as cortinas e a varanda e reformas externas, vamos ver o q eu este ano permite, hehe

    bju, linda semana pra ti

    ResponderEliminar
  6. Tem graça... a máquina da minha mãe tem os pés em ferro, nunca tinha visto em madeira. :)
    Eu gosto desse aproveitamento e, tal como dizes, e muito bem, não precisas de andar a colorir tudo, correndo o risco de descaracterizares determinada peça. Está linda e muito bem aproveitada. Aguardo, com carinho, o que falta!

    ResponderEliminar
  7. Olá Val,

    Ficará uma linda bancada e uma recuperação incrível. Gosto que tenha deixado na madeira, é muito bonita. Por isso acredito no acaso: a coincidência das medidas em uma peça que há tempos esperava uma oportunidade!
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Como diz a Lete nunca tinha visto uns pés em madeira , mas sempre em ferro. Acho estes lindíssimos. Acho que vai ficar um móvel lindo e muito fora do vulgar. Adoro os seus antes e depois, e as casas antigas que mostra antes de serem modificadas. Parabéns pelo seu bom gosto.
    Avó Nina

    ResponderEliminar
  9. Bom dia, Val,
    aqui:8:09 manhã de terça-feira com céu azul e um sol tímido.
    Você realmente recuperou a máquina, pelo estado em que estava você a deixou como nova. A madeira é bonita e acho que acertou em não pintá-la. Essas máquinas antigas são extremamente fortes e eficientes minha mãe tinha uma Singer também, mas a base era toda de ferro. Tenho certeza que o seu projeto irá ficar muito estiloso.
    Parabéns!
    Grande abraço.

    PS: o correio aqui é realmente lento. Continuo esperando.

    ResponderEliminar
  10. Val,
    estou chocada com as medidas perfeitas pra você nesse desafio.
    Ela ficou linda como nova. Não é bem uma peça a ser pintada, a se tornar colorida. Ela precisava de um resgate da forma que já foi mesmo. Ficou perfeita assim.
    Claro que se tratando de uma mesa de uma Singer, eu fiquei invejosa (do bem) aqui. Tenho uma alemã Pfaff da minha sogra no estado em que se encontra a mesa como ela estava antes do seu retoque e é na verdade um móvel, um armário bem interessante e fico aqui com ele do lado da minha mesa de costura, ainda sem lugar definitivo em casa para ele e suas idéias me inspiram.
    Eu adoro seus posts, essa é a linda essência do blog. Nada aqui é repetitivo, não se preocupe. Muito pelo contrário.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. QUE TRABAJO!!!
    QUEDO PRECIOSA TENGO UNA DE ESTA EPOCA PERO MAS DETERIORADA.
    ME ENCANTA COMO QUEDA.
    CHAUCITO

    ResponderEliminar
  12. Achei o móvel lindíssimo e o restauro fabuloso! Ficou uma peça muito bonita fruto de um trabalho exímio. Parabéns! Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. ...tão bonito!... ❤
    ...Parabéns, EXCELENTE trabalho!...

    ResponderEliminar
  14. Olá amiga, Val!
    Tal como já é praxe, não consigo ver e comentar logo, levo a ver não sei quantas vezes o mesmo post e durante não sei quantos dias.
    É mesmo como tu dizes, e bem a "diferença gritante que surge quando se tira o verniz antigo" algo como extraordinário, para mim está perfeita assim nesta tonalidade, embora saiba que se tivesses feito as tuas excêntricas cores eu iria adorar na mesma.Já me habituei a elas e adoro.
    Pensar eu que a minha mãe teve uma assim e que foi transformada para pedal eléctrico e essa estrutura foi para o lixo, socorro se fosse agora eu chorava mesmo, acho uma peça lindíssima e não me importaria de a ter.
    Agora só me resta esperar pela tua peça final, já estou aqui a imagicar como vai ficar.
    Fica descansada que vou telefonar de seguida à amiga Deolinda para lhe fazer o teu agradecimento, foi a ela que devo esta nossa grande amizade através do blog.
    Beijinho grande e até breve.

    ResponderEliminar
  15. Oi Val.
    Ainda estou PASSADAAAA com essa restauração. Sério. Você foi de uma sensibilidade que me deixou encantada. AMEI! Parabéns de coração!

    Passeando pelos blogs de arte, decoração, encontrei esse cantinho lindo aqui e já amei, hehehe
    Volto mais vezes...
    Beijokas mil. :D

    ResponderEliminar
  16. Não vai arrancar um "UAU"? Discordo. Mesmo um trabalho apenas de limpeza e recuperação pode surpreender, e foi isso o que você conseguiu mais uma vez. Acho incrível a sua paciência para esses trabalhos tão difíceis, mas que ao final revelam todas as qualidades das peças às quais você se dedica.
    Aliás, deixo uma pergunta: você usou algum tipo de removedor ou o verniz foi eliminado só na lixa?
    Ansiosa para ver o resultado final!

    ResponderEliminar
  17. Sou encantada com essas máquinas antigas.... trazem uma lembrança boa da minha vó!! Lindo trabalho Val.
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Val, eu sou louca por estas máquinas, estou "cantando" minha tia que tem uma máquina semelhante a esta. A sua lincou muito linda, e realmente a retirada do verniz fez toda a diferença.
    Agora eu não poderia deixar de falar da sua oficina de marceneiro, quanta organização! Encantada.
    bjk

    ResponderEliminar
  19. Hi Val :)
    E de repente tive saudades da minha que ainda não trouxe cá para casa depois das obras .Mas que um dia há de voltar .
    Fizeste realmente um lindo trabalho, a peça é única, não é muito comum ver as bases em madeira .
    O apartamento penso que saber qual é e estou em pulgas para ver o antes e depois .
    Quanto á variedade de post acho que trazes muita coisa diferente, assim todos tivessem o teu talento e criatividade .
    Tem um bom fim de semana
    bjs
    Lulu

    ResponderEliminar
  20. Olá minha querida!!
    Passar aqui e ver os teus posts para mim é sempre uma inspiração. Eu não me canso de ver os teus "antes e depois" muito pelo contrário!
    E este é mais um daqueles trabalhos maravilhosos, parabéns! Tu realmente para além de olho, tens mesmo jeito para a coisa!
    Tenho duas máquinas destas em casa da minha mãe e ela está sempre a dizer para eu trazer uma para casa. Confesso que ainda não o fiz pela preguiça de saber que vou ter que lhe dar um jeito. Mas a verdade é que me deixaste inspirada!
    Beijinho enorme**

    ResponderEliminar
  21. Val adoro este antes e depois :)
    Ver as coisas "velhas" a virar novas é simplesmente fascinante :)
    Continua ;)
    É engraçado que nunca tinha visto máquinas destas com pés de madeira, a minha mãe tem uma mas é o pé todo de ferro :) Vai ficar um trabalho bonito, fico ansiosa por a ver no sítio a servir da lavatório.
    Beijinhos e continuação :)

    ResponderEliminar
  22. Olá Val! Sem dúvida um trabalho e pêras!! E já quase consigo antever o resultado final:) Beijinho e uma boa semana!

    ResponderEliminar
  23. Sou como vc na questão recuperar.
    Muitas vezes voltar ao original é melhor que pintar por pintar. Foi o que fiz naquela cômoda.
    Fiquei encantada com a peça pq pés de máquina é mais fácil encontrar do que a bancada toda. E as gavetinhas desta, ainda estão perfeitas.
    Um belo trabalho e estou curiosa para ver instalado.
    Minha mãe tem uma que já pediu para retirar, mas sei que vou me atolar no trabalho quando pegar, pois quero recuperá-la também, em vez de pintar.

    Obrigada pelo carinho com as Caixinhas.

    Abraços esmagadores e feliz semana.

    ResponderEliminar
  24. Nossa! Um belo trabalho! Essas máquinas antigas são tão bonitas! ;)

    beijos!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  25. Que trabalho primoroso!!! Fez-me lembrar da minha infância, minhas tias a costurar em suas máquinas, muito parecidas com essa. Que saudade! Amei essa restauração, parabéns!!!

    ResponderEliminar
  26. Ainda que o resultado não esteja completo, já dá para apreciar o fruto do seu trabalho. Recuperar a cor original da madeira foi uma ótima solução. Esse tom mel é lindo e sua casa de banho vai ficar encantadora!

    ResponderEliminar
  27. Minha querida,
    está um trabalho perfeito!!!
    Concordo, às vezes pintar só por pintar não faz grande sentido! E as coisas manterem-se no seu estado mas remodeladas acaba por vezes por ser a melhor ideia! Essa máquina ficou linda assim limpinha e arranjadinha!
    Fez-me lembrar a casa antiga da minha avó, onde havia uma maquina igual :)
    Um beijo

    ResponderEliminar
  28. Olá! Passei para conhecer seu cantinho e fui ficando, passeando e me encantando com tudo o que vi. Estarei por aqui mais vezes com certeza. Bjs

    ResponderEliminar
  29. Olá querida, vim te visitar aqui. Admiro muito seu trabalho. E mais um que me encanta. Também gostei assim,com a cor da madeira na cor mel. Sei que vai ficar lindo com a pedra e o lavatório. Faz algum tempo que encontrei na rua um pé de máquina da Singer (só o ferro) e até hoje ainda não o utilizei. Vou amostrar lá no IG. Tudo de bom querida ,bjsss.

    ResponderEliminar
  30. Olá Val! Bravo! Ficou demais! Estou ansiosa para vê-lo em suas devidas funções! Eu tenho um pé de maquina,mas todo em ferro com mármore em cima e fica lá no meu jardim. Beijinhos

    ResponderEliminar

  31. estas máquinas antiguas son hermosas y después de su trabajo de restauración quedo maravillosa.

    ResponderEliminar
  32. É sempre um grande prazer passar por aqui e admirar os restauros que faz. Realmente, esse está lindo em sua forma original - depois do fino trato que deu! Tem móveis que realmente não nos pedem nada, apenas um pouco de carinho e gentileza. Beijo

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics