MANTAS PARA CARRINHO COM BOLSA DE TRANSPORTE

28.6.19
Confesso que gosto desses títulos enormes, que atraem a atenção de quem entra no blog. Mas traduzido em miúdos, a expressão apenas quer dizer que fiz duas mantas pequeninas (mais ou menos de 60cm x 80cm), para serem usadas nos carrinhos de bébés, e que as ditas cujas podem ser cuidadosamente dobradas e colocadas dentro de uma bolsa para ajudar na hora de levá-las para a rua ou guardá-las no armário. Para uma graça extra, resolvi personalizá-las com nome e ano de nascimento das crianças. Como encontro-me num momento de mais absoluta falta de tempo, optei por blocos bem simples de patchwork e tecidos que tinha em casa. Para a Isabella, recortei uma peça com várias imagens e integrei-as noutros tecidos que se coordenavam, para o Martim, usei padrões variados e uma base neutra. O modelo para a bolsa tirei-o daqui, já não é a primeira vez que o faço e é um passo a passo super bem explicado que recomendo vivamente. A parte mais divertida do projeto foi justamente fazer as bolsas, sem plano antecipado, numa criatividade de improviso, usando o que sobrou, apenas sabendo que o tecido com o nome bordado teria que fazer parte.

PENSAR FORA DA CAIXA

26.5.19
Já escrevi sobre o tema diversas vezes aqui no blog, sobre ter um olhar diferente, um pensar livre de amarras e fora do convencional, que imediatamente chama a atenção e confere personalidade a um ambiente. Por vezes o pensar fora da caixa nem traz tanta funcionalidade mas se cumpre a função de forma única e diferente, já vale o meu aplauso. Por essa razão, gosto de, de vez em quando, fazer uma limpa no telemóvel e compilar o que vejo por aí de interessante e que mereça ser partilhado. Nunca se sabe: uma ideia pode levar a outra que lembra mais uma e termina numa inspiração totalmente diferente da inicial...
NOTA: fotos que me mandam por whatsapp, que tiro por detrás das montras, muitas vezes mal enquadradas, relevem!

A ideia que mais gostei de ver nestes último tempos foi esta banqueta feita a partir de um armário antigo, daqueles que se encontra por aí, com uma ou duas portas e uma gaveta na base. Talvez o móvel não estivesse todo ele em bom estado e a solução, achei genial: guardar a base, fazer uma pintura rústica e estofar!

ATREVA-SE A RECICLAR

4.5.19
Nunca menospreze uma peça sem graça que lhe venha parar às mãos. Pelo contrário, um móvel pequeno, comum, pintado sem nenhum cuidado e com tinta inapropriada pode vir a tornar-se o projeto ideal para começar e acabar num fim de semana e perder o medo de se lançar na reciclagem. Sem neuras, sem grandes responsabilidades, somente para manter mãos e mente ocupadas e descobrir que afinal até existe jeito e criatividade dentro de si. Não exija muito de si própria, não precisa lixar até à exaustão, nem deixar a peça imaculada, nem tão pouco necessita ter dotes de desenho à mão livre. Eu não tenho e socorro-me do decalque, do stencil, découpage, papel autocolante, entre outras técnicas. Enfim, a reciclagem é uma arte democrática em que vale tudo, basta ter ânimo, determinação e um certo atrevimento. O resto vem com a prática!

PÁSCOA!

19.4.19
Uma linda e feliz quadra é o que desejo a todos que passam por aqui. Mesmo que não consigam reunir toda a família, como tem sido o meu caso de há uns anos a esta parte, o essencial é que estejam todos no coração uns dos outros.
Alegria e amor sempre!

FABRIC CARROTS

7.4.19
Um post rápido e simples com um projeto mais do que rápido e simples, só para mostrar que a apenas 2 semanas da Páscoa, ainda dá tempo, sim, de preparar uma mesa alegre, temática e sem gastar muito. É só reunir uns retalhos que tenha em casa (neste caso usei tecidos cor de laranja, mas não, cenouras não precisam ser dessa cor) arranjar umas argolas para guardanapos e seguir este tutorial. Acrescentar ou alterar é opcional: usei ráfia em vez de pano verde para as folhas, e "fechei" a cenoura com um pequeno botão. Depois é só escolher uns pratos alegres, um coelho aqui, outro acolá, flores et...voilá.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics