ARMÁRIO DE COZINHA

29.7.18
A minha presença pouco assídua aqui no blog tem sido por motivos de trabalhos grandes, que têm ocupado todo o meu tempo livre. Estou a intervir num apartamento dos anos 50 e alguns dos móveis que vão para a cozinha e as casas de banho, tenho estado eu própria a recuperá-los. São trabalhos que além de morosos, dependem dos canalizadores, eletricistas, colocadores de espelhos, entre outros para que os ambientes fiquem completos e eu possa mostrá-los. Obras de recuperação são mais lentas que fazer tudo novo (e consideravelmente mais caras também): há muitas condicionantes e surgem decisões que devem ser tomadas para modernizar a casa sem, no entanto, despojá-la das suas características originais. Nem sempre é fácil, mas para mim, é nesse equilíbrio entre o que fica e o que infelizmente deve partir, que reside o desafio. O móvel da vez, é um dos armário da cozinha. O único que ficou, pois os outros, além de estarem em bastante mau estado, seria difícil integra-los aos eletrodomésticos atuais. O móvel é grande, pesado, e para trocá-lo de posição enquanto o despia das camadas de tinta, era preciso chamar reforços. Foram muitos finais de tarde e fins de semana (mais do que aqueles que eu poderia supor) de volta dele mas eu acho que valeu a pena. Ainda falta colocar a rede de galinheiro nas portas, pendurá-lo no devido lugar e vir mostrar-vos o antes e depois da cozinha, um projeto que tem sido muito interessante para mim, pois alguns elementos foram mantidos (como este móvel) mas trocaram de lugar e para isso tiveram necessidade de ser adaptados e outros, como o lava loiças, pura e simplesmente não existiam e foi preciso procurar até encontrar um da época. Um verdadeiro quebra-cabeças que espero completar em breve!



Esta lateral do móvel não existia e foi preciso fabrica-la do zero. A madeira não é a mesma e, olhando com muita atenção, nota-se a emenda na cimalha (2ª foto).


O móvel, antes, pregado à parede: percebe-se o porquê da lateral esquerda do armário não existir.

Depois de tirado da parede, à espera que o carpinteiro o levasse para fazer a lateral:

 Durante a minha tarefa de fazê-lo renascer das cinzas:


Eu, a servir de escala, para que fiquem mais perceptíveis as dimensões do móvel: 1,20m de altura por 1,50m de largura:

12 comentários:

  1. Olá Val,
    Que trabalho maravilhoso o seu, recuperar casa por profissão e móveis por paixão deve ser muito prazeroso. O móvel já é um encanto pela beleza da madeira, os detalhes que você acrescenta como os maravilhosos puxadores e a futura tela de galinheiro, embelezam e dá personalidade ao simplório móvel, uma beleza de trabalho!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Uau, Val, que grande peça e tão bonita! Nem consigo imaginar o tempo que demora a decapar uma peça dessas... está a ficar lindo, vale todos os minutos que lhe dás. Gosto muito de ver essas madeiras todas recuperadas, armários, portas, janelas. Estou muito curiosa com essa casa, já nos mostraste alguns pormenores que adivinham o excelente resultado que essa recuperação terá. Continuação de bom trabalho ;) bjs***

    ResponderEliminar
  3. Oi Val!
    Estes projetos são muito desafiadores e sou apaixonada por eles. Acho incrível quando conseguem integrar o antigo ao atual num ambiente, afinal há móveis como este que não podem simplesmente ser descartados.
    A cozinha estava mesmo horrível, mas o ladrilho do chão tem seu charme. Curiosa para ver tudo pronto.

    Obrigada pelo carinho com as Casinhas.

    Abraços esmagadores e bom trabalho por aí.

    ResponderEliminar
  4. Olá Val! Que armário lindo. A madeira natural tem uma cor fantástica. Adorei ver minha amiga na foto. Ansiosa para ver esta cozinha pronta. Boa semana querida,beijinhos!

    ResponderEliminar
  5. Val querida, como entendo o teu trabalho! Adoro os teus restauros e este é mais um daqueles que me surpreendeu. Os puxadores tão originais e a cor da madeira, ao natural, torna o ambiente mais acolhedor. Estou cheia de curiosidade de ver a cozinha pronta, mas também cheia de paciência para esperar o tempo que for preciso, pois estes trabalhos exigem muita dedicação, empenho e tempo.
    Beijinhos grandes, continuação de força e de coragem!

    ResponderEliminar
  6. Olá Val, acho que não haveria muita gente a pensar que seria possível recuperar esse móvel, eu incluída, apesar de achar as medidas muito interessantes e os puxadores são um mimo. Fico curiosa por ver tudo o resto.
    Um grande abraço :)
    Teresa

    ResponderEliminar
  7. Como reformar uma roupa, leva mais tempo do que fazer uma nova. Mas valeu a pena. Maravilhoso!

    ResponderEliminar
  8. Querida Val, cada vez admiro mais essa tua capacidade de entrega aos teus projectos profissionais, a forma como "pões mãos à obra" quando seria mais fácil enveredar por outras opções.
    Está fantástico, mas novidade seria se não estivesse!! ;) um beijinho.

    ResponderEliminar
  9. Adoro essas transformações Val!
    Dão mais alegria e renovam qualquer ambiente, ainda mais quando vemos como era antes de pro a criatividade em prática!!!

    Bjs

    Bia
    www.biaviagemambiental.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. Olá amiga Val.
    Claro com estas peças tão lindas como poderás ter tempo para vir por aqui com tanta frequência? Impossivel mesmo.
    Fico imaginando quanto tempo e paciência para fazer uma transformação destas, não é para qualquer um só mesmo para ti.
    Adoro esses puxadores, só mesmo tu para marcares a exclusividade em cada peça saída das tuas mãos é mesmo nascer das cinzas.
    Parabéns por mais este trabalho, fico esperando por o ver finalizado e pendurado, o antes e o depois, certamente vai ficar deslumbrante.
    Beijinho grande e gostei de te ver.

    ResponderEliminar
  11. Oi Val,
    O ármario em madeira natural ficou lindo. Aqui, o serviço de carpintaria é tão caro, que não sei se compensaria.
    Beijos

    ResponderEliminar
  12. Já vi tantas vezes os resultados do seu trabalho recuperando móveis antigos, mas mesmo assim continuo me surpreendendo com a mágica que você faz. Não é possível que esse seja o mesmo móvel que está na foto da cozinha!
    Incrível a sua visão do que vale manter e também de como valorizar cada peça. Amei os puxadores, geniais!
    Outra surpresa foram as dimensões do armário! Muito maior que o que eu imaginava! Ansiosa para ver como vai ficar a cozinha completa!

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics