CASAS DE BANHO E COZINHAS DO SÉCULO PASSADO

2.10.17
Quem me conhece sabe que eu adoro ver as casas dos outros, não por bisbilhotice mas sim por um genuíno prazer de descobrir como as pessoas ocupam e vivem os espaços. E se as casas dos outros são, ou foram, mansões e cottages do séc 20, essa minha indiscrição natural ainda se agudiza mais. Mas não se alastra a todo e qualquer ambiente. O que gosto mesmo de apreciar, são as casas de banho e as cozinhas de antigamente. Do tempo em que, quem tinha desafogo financeiro, não se confinava em espaços pequenos, o banhar-se e vestir-se era todo um ritual, e as refeições exigiam protocolo e etiqueta. As imagens a seguir foram tiradas nas famosas mansões de Newport. Newport fica no estado de Rhode Island, nos EUA, e era, nos finais do séc. 18, inícios de 19, uma cidade da elite, onde famílias influentes de Nova Iorque construíam suas casas de veraneio. Quando veio a grande depressão dos anos 20, e à medida que as famílias foram desmoronando, para evitar que as casas fossem vendidas pelos descendentes, demolidas ou transformadas em modernos condomínios, surgiu uma entidade, a The preservation Society of Newport County, que as adquiriu e mantém-nas abertas ao público. Sorte a nossa, que hoje em dia podemos comprar um passe que dá acesso a todas as casas, e com a ajuda de um guia áudio, passearmo-nos pelas histórias de vida dos Vanderbilt ou dos Astor. Banheiros e cozinhas antigas, são a minha perdição. Os primeiros porque encontramos neles peças que chamo de "intrusos" e as segundas, porque me fascinam aquelas mesas enormes centrais. Intrusos, para mim, são tapetes, cortinados, sofás, cadeiras, cómodas, quadros e todos aqueles elementos que deveriam esta na sala ou no quarto, mas estão nas casas de banho. Objetos que parecem estar fora do seu habitat natural, mas a meu ver, dão um charme imenso a um ambiente tão prático e ascético como uma casa de banho. Quanto às cozinhas, sou perdidamente apaixonada pelas mesas gigantes, de tampo de madeira ou pedra, pela proliferação de utensílios antigos e pelos armários louceiros que espalham-se pelas paredes e deixam o enxoval da casa todo à vista. E quando deambulo por estes espaços, divago e deixo a imaginação fluir. Tento conjecturar sobre as dezenas de empregados que eram precisos para manter estas casas e servir os patrões. E esforço-me também por imaginar os aristocratas, de férias, mas num ritmo frenético de formalidades e cerimoniais, quando um dia era planeado ao pormenor e havia horários rígidos para toda e qualquer atividade!


























21 comentários:

  1. Querida que perfeitação essas decoraçoes.Linda.Que Deus abençoe nossa Segunda Feira!

    ResponderEliminar
  2. Olá Rose! Um post super rico! Cheio de história,arte e estilo. Eu também fico encantada pelas cozinhas e sala de banho. As vezes me pergunto aonde eles tinham tempo para viver assim.Como conseguia manter tudo limpo,grandes refeições demoradas na mesa com a familia e longos papos.Vivemos tão acelerados.Amei o post amiga Rose! Grata por partilhares,Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Val, que fotos excelentes! Aguçam a curiosidade e o imaginário... E de facto, o teu texto vem de encontro aquilo que estas fotos transmitem.Beijinho grande e obrigada por esta partilha original.

    ResponderEliminar
  4. Adoro estas banheiras tipo italianas...almofadas Shabby chic...estes louceiros...São tudo de bom parabéns por nós brindar os olhos...

    ResponderEliminar
  5. Quando li as primeira frases, fiquei de boca aberta: finalmente há mais como eu. Eu já me julgava "anormal" por gostar de "espreitar" as casas das outras pessoas. Mas vá lá que alguém entende o fascínio. Não é voyeurismo, não é bisbilhotice, é mesmo gostar de saber como os outros "ocupam e vivem os espaços". E as casas de banho não me dizem nada. São as cozinhas! Amo ver as cozinhas das outras pessoas! O que é que posso dizer mais?

    ResponderEliminar
  6. Val, eu amo estes seus posts. Também sou apaixonada por casas antigas e me imagino em cada banheiro daquele, usando as louças das cozinhas...
    bjk

    ResponderEliminar
  7. Oi Val,
    Fiquei apaixonada pelos banheiros e nunca tinha parado para pensar sobre os elementos intrusos, e não é que são lindos intrusos?
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Val,
    Que lindas inspirações.Perdi o fôlego com a pia da terceira foto.
    Parecem fotos de filme antigo,lindos ambientes,elegantes e luxuosos.Fico imaginando quem viveu em cada uma,o que fazia, se tinha muitos empregados,que chique.Essas casas me lembram as casonas/palacetes dos indianos (Astúrias tem várias).Os indianos eram como chamavam os emigrantes espanhóis que faziam as Américas.Voltavam e construiam casas enormes,como as que haviam visto do outro lado,prá mostrar a riqueza acumulada.Será que muitos deles não trabalharam duro como empregados nessas casas americanas?Vai saber...rsrs...
    Besitos e tenha uma semana abençoada

    ResponderEliminar
  9. Uma verdadeira viagem no tempo... entrei em filmes ou séries, parece-me... :)
    Adorei o desfile e os pormenores que te cativaram. Imagino o teu sorriso ao contemplar estes tesouros e quase adivinho a volta que davas a estes espaços.
    Beijinho, querida, obrigada pela "viagem" de sonho!

    ResponderEliminar
  10. Oi Val, saudade deste cantinho lindo. Os ambientes que você selecionou são uma belezura, chiques, rebuscados, rico em detalhes. E suas palavras funcionam como música para nossos olhos, texto maravilhoso. Adoro seus termos portugueses, muitas vezes não entendo bem, mas no geral são ótimos.
    Beijo, querida.

    ResponderEliminar
  11. É sempre tão bom passar aqui neste teu cantinho. E saber que para além de encontrar inspiração vou ser surpreendida.
    Este post foi mais uma prova disso. Que viagem no tempo val. Muito obrigada por está partilha.
    Só de ver estás relíquias aqui já estou tão maravilhada eu imagino tu a ve las ao vivo.
    Adorei!!!
    Beijinho enorme minha querida.

    ResponderEliminar
  12. Eu iria adorar fazer visitas a essas casas! Lindas!
    Gosto muito dos encanamentos aparentes nos banheiros antigos. E também me chama muito a atenção a variedade de formatos dos revestimentos para fazer os cantos com o acabamento perfeito... peças que hoje não são nada comuns.
    Quase surtei com a mesa da foto da primeira cozinha! Enorme, inacreditável!

    ResponderEliminar
  13. Quantos e quantos banquetes hão-de ter sido preparados nessas cozinhas e quantos banhos perfumados! Aos meus olhos não posso dizer que sejam "casas de sonho" mas o meu imaginário vai imediatamente de encontro ao teu, quando imaginas a quantidade de gente que circularia por essas casas para poder fazê-las funcionar em pleno, e a História que elas podem contar, os enredos, as intrigas, os amores e desamores... eu sentava-me e escrevia um romance! E os utensílios de cozinha, as loiças, os louceiros, tão bonitos, dá vontade de os ter!!! Sabes, se há compartimentos de uma casa que me atraem são precisamente as cozinhas e as casas-de-banho, desde miúda sempre foi assim. A minha mãe zangava-se comigo quando eu era miúda, porque sempre que íamos a casa de alguém eu pedia sempre um copo de água (para poder ir à cozinha) e tinha sempre vontade de fazer xixi eheheh já não faço isso, mas o meu filho mais novo é igualzinho, agora sou eu a mãe que fica corada quando o ouve pedir um copo de água! e já sei o que vem a seguir...
    beijinhos* Val, bom feriado ;)

    ResponderEliminar
  14. Que deliciosa partilha, sem palavras mesmo, já tinha visto mas como sempre tenho que me deliciar a vir ver não sei quantas vezes e rolar outras tantas.
    Tal como tu, adoro entrar neste mundo, recuar no tempo e imaginar toda a azáfama que se passou nestas casas.
    Deve ter sido hilariante para ti andar nesse espaço, estou a te imaginar com um sorriso de orelha a orelha, eu não ficaria diferente,coitada da máquina devia disparar não sei quantas vezes.
    Ainda bem que houve essa entidade com essa magnífica ideia.
    Beijinho grande e bom feriado.

    ResponderEliminar
  15. Que passeio delicioso suas fotos me proporcionaram! Meu fraco são as cozinhas, adoro vê-las e imaginar os fogões fumegando, os aromas se misturando... Na verdade, achoo que meu fraco é pela casa toda, hahahaha...

    ResponderEliminar


  16. Olá Val,

    Adoro suas postagens sobre casas sempre com muitas fotos e descrições detalhadas, uma viagem muito agradável. As cozinhas e salas de jantar são os ambientes que mais me atraem, gosto de imaginar a surpresa dos antigos moradores se pudessem visitar sua antiga casa e nelas viverem com as facilidades atuais, ou o contrario alguém de hoje vivendo como antigamente, lugares assim despertam a imaginação sempre. Na semana passada visitei Queluz e fiquei encantado muito bonito e conservado, um prazer extra para quem gosta de pintura decorativa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Val, que belas fotos!!!
    Também adoro visitar ambientes antiguinhos, pois me fazem viajar num espaço quase surreal e imaginar como era a vida das pessoas naqueles bons e velhos tempos... AMEI!!!

    Bjks
    Bia
    www.biaviagemambiental.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. Guauuuu que lugar mas hermoso Val ,, ese baño con esa Tina antigua y todos esos cuadtos me rememora el pasado y no pirdo mas que enamorarme de esa cocina con esos sartenes de cobre colgando ,, son un verdadero lujo de de decoracion

    ResponderEliminar
  19. Os louceiros são lindos, os lavatórios são fantásticos. Tb amo ver essas casas.

    ResponderEliminar
  20. Adoro querida :)
    Tudo lindo, tanto os quartos de banho como as cozinhas!
    Que decoração linda!
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  21. Uau, que lindos! Dá pra fazer uma viagem tão gostosa pelo seu texto e pelas fotos... As cozinhas parecem enormes, mas muito charmosas. E os quartos de banho... bom, imagino que os moradores deveriam passar várias horas, por tanto conforto oferecido.

    Grande beijo!


    cronicasepoeira.blogspot.com

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics