TRANSFORMAR SEM ADULTERAR #1

30.1.19
Nos últimos 2 anos tenho estado ligada à conversão de um edifício de habitação do início dos anos 60 em alojamento local. Tem sido um trabalho bastante intenso e desafiante o de transformar andares de 600 m2 (sim, 600, leram bem!) que foram construídos para famílias abastadas, com tudo o que havia de melhor e mais requintado à época, em 105 quartos consentâneos com a realidade atual e que cumpram as infindáveis regras do turismo. Como sempre, a palavra de ordem é manter, manter e manter, tudo o que de original o prédio tem. Desde às várias lareiras que existem nos pisos, às estantes que faziam parte das bibliotecas, aos pisos de madeiras exóticas vindas de África, às casas de banho austeras em pedra de alto a baixo, aos frescos que decoravam algumas das casas. Não vou ser exaustiva, pois não quero cansar quem me lê, e além do mais, as fotos dos "depois e antes" (eu prefiro essa ordem) são bem expressivas, apesar de nem sempre terem sido tiradas dos mesmos ângulos. Dois anos depois de ter começado a obra, parece que o fim está a vista, e a inauguração da unidade, para breve, e apesar da excitação para ver o produto acabado ser grande, o fato é que vou ter saudades. Este tipo de trabalho, de respeito ao património, de contornar o existente, trazendo-o para a atualidade sem desvirtua-lo, é sem sombra de dúvida o que mais gosto de fazer como arquiteta. Por trás destes ambientes, que foram fotografados por um profissional para a divulgação do alojamento, estão muitas pessoas que trabalharam junto comigo, das mais diversas áreas, com quem muito aprendi e cresci. Hão de reparar que coloquei no título deste post um #1, pois ainda quero mostrar-vos daqui a algum tempo, a transformação das partes comuns, da fabulosa escadaria central à pequena e charmosa cabine de elevador, que por ser tão diminuta, mudou de funções. Impossível mostrar ou explicar aqui todos os detalhes e pormenores interessantes que pautaram este trabalho, mas fiquem com uma ínfima parte que consigo partilhar, penso que vão gostar. Quem conhecer Lisboa, vai, na última foto, reconhecer o local e, se voltar a passar pela zona, consegue com certeza identificar o prédio.

A antiga sala de jantar, com lareira e nichos:



Já pensou em dormir onde ficava a biblioteca?




As casas de banho foram um verdadeiro desafio para trocar loiças sanitárias, fazer nova canalização e electricidade preservando as pedras:






As casas eram tão grandes em área que numa certa zona, o corredor recebia iluminação natural através de um óculo:


O prédio tem 8 pisos e cada andar era um apartamento, cada um decorado de forma diferente pela família que habitava. Neste piso em concreto, o hall de entrada tem uns frescos assinados por António Basalisa, artista plástico muito em voga nos anos 60:





E parece que com as obras, até a vista ficou mais bonita:

18 comentários:

  1. Estou encantada, Vale,!
    Sei o quanto este imóvel te tem consumido, mas no fundo é compensador já rolei ñ sei quantas vezes o post para ver as transformações só mesmo uma grande profissional como tu é que consegue dar este resultado final.
    Esta foi a zona da minha infância conheço o sítio perfeitamente, adoraria estar presente no grande dia D para te poder dar aquela abraço ternurento de parabéns, quem sabe? Se for ao fim de semana ai estarei e quem sabe se não pernoitar, hehehe.
    Parabéns mais uma vez por este magnífico trabalho e partilha.
    Beijinho grande cara amiga do coração.

    ResponderEliminar
  2. Val,
    Que trabalho maravilhoso,impressionante de lindo,um esforço tremendo profissionalmente.Aqui onde moro também tem uns edifícios senhoriais,mas nada se compara em beleza,em luxo e ao tamanho desses.Apaixonei por cada ambiente.
    E os afrescos são de tirar o fôlego.Eu amo essas reformas que atualizam o imóvel,mas preservam a essência.E como ir ao passado e voltar.Tô de boca aberta.Parabéns mil vezes prá você e toda a equipe.
    Besitos e tenha uma semana abençoada

    ResponderEliminar
  3. OH MEU DEUS! sei perfetiamente qual é este predio! sempre que passo aí achaava o predio tao imponente e maravilhoso! lindo mesmo! excelente trabalho!
    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  4. Oi Val!!! Que coisa mais linda!!!!!!! Gostei dessa forma de mostrar Depois/antes da um choque ver como era a quela coisa linda antes. Parabens pelo empenho ! De tudo oque mais gostei foi aquela parede com os afrescos e a porta. enfim tudo lindo e vou adorar ver mais desse predio.
    Um beijo da Eliane.

    ResponderEliminar
  5. Val, quer trabalho primoroso! Nem sei quanto tempo fiquei aqui, vendo e revendo as fotos, para perceber os pormenores.

    A mudança é tão grande que às vezes nem dá para acreditar que a maioria dos elementos já estava presente no "antes", porém de uma maneira desgastada, datada e desvalorizada. Tem que ter muita visão para ver os ambientes como estavam e decidir não descartar tudo! Depois da reforma os mesmos elementos parecem tão refinados e clássicos!

    Lindíssimo trabalho! Imagino o cansaço depois desses anos, mas é uma obra para morrer de orgulho! Parabéns!

    ResponderEliminar
  6. Val, Parabéns! Um trabalho fantástico...A preservação das características originais das várias divisões faz de facto toda a diferença. Cálculo que tenha sido um trabalho exaustivo e meticuloso! Mais tarde vou querer mais informações e quem sabe poder aí ficar numa próxima ida a Lisboa. Para quando a abertura desse espaço? Um xi-coração.

    ResponderEliminar
  7. Que lindo! Val, estou encantada. Apreciar parte do processo faz-me sorrir e admirar imenso o teu/o vosso trabalho. Ficou fantástico e a vista é deliciosa. Conheço mais ou menos bem a zona, fizeste-me ficar com vontade de revisitar Lisboa. Muito obrigada pela curiosa e muito interessante partilha e já agora muitos parabéns a ti e à equipa que tão maravilhosamente trabalhou. Bravo!

    ResponderEliminar
  8. Val parabéns pelo seu trabalho e de toda equipe!!! Ficou incrível, o cuidado com os detalhes, nossa arranca um sorriso em cada foto. Admiro muito o trabalho de vocês. Estou curiosíssima para ver mais.
    Fui somente uma vez a Lisboa, então não reconheci o local, mas a próxima vez que for ai vou querer passar na frente... ;)
    Parabéns novamente!!! Adoro seu blogue. Bjs

    ResponderEliminar
  9. Belíssimo trabalho e um lindo edifício, ouso dizer icónico da Av. da República. Considerado à muitos anos atrás como o prédio mais luxuoso e requintado da Av. da República. Vai agora voltar a sua glória

    ResponderEliminar
  10. Pernoitei nesse edifício antes do restauro. Sempre admirei o prédio e tive o privilégio de visitar alguns andares ainda com a decoração antiga. O trabalho está fenomenal, soberbo e sempre respeitando o traço da época. Trabalho lindíssimo.

    ResponderEliminar
  11. Olá Val,
    Estou encantada com tudo, já subi e desci a tela inúmera vezes, ampliei as fotos para observar os detalhes e a cada foto fico ainda mais encantada. Sem dúvida o imóvel é uma jóia impressionante, tanto pelo tamanho e opulência como pela época que representa e você conseguiu fazer um trabalho espetacular para adaptar os cômodos as novas funções sem alterar muito. Os nichos, a lareira, o afresco e o óculo ficaram lindos e encaixados com maestria na nova decoração, o piso de madeira também é muito bonito. Para mim, o detalhe do papel de parede com desenhos de livros nas antigas estantes da biblioteca é a cereja do bolo! Um trabalho muito, muito bonito! Com certeza que na minha próxima ida a Lisboa vou visitar a zona e procurar o edifício.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Que transformación de ese apartamento .. me encanto ese hall de entrada con ese papel mural de arboles

    ResponderEliminar
  13. Wow, isto é trabalho grande, em todo o sentido da palavra! Um edifício repleto de pormenores, aos quais tu (e equipa, claro) deste o devido destaque com a tua mestria de saber fazer muito bem. Parabéns, Val!

    ResponderEliminar
  14. Amo quando você posta estes antes e depois!
    Lindo trabalho!

    ResponderEliminar
  15. Estou boquiaberta, Val, que trabalho incrível! Acho que ficaria horas apenas admirando e imaginando a vida que corria nessa época. Deve ser uma surpresa após a outra, tanto das boas quanto das ruins! rs. Maravilhoso trabalho o de preservar o que não existe mais e ter acesso a isso deve ser uma sensação fantástica. Parabéns! beijos

    ResponderEliminar
  16. Finalmente hoj sentei com minha filha a admirar teu post mais uma vez, porque ja tinha visto sozinha, com o marido e agora com a futura arquiteta.
    Ela amou o trabalho e encantou-se com o banheiro!! Ela diz que atualmente, no inicio do terceiro ano da faculdade tem um interesse por reformas, por esta área de revitalizar os ambientes. Mas tem muita estrada pela frente... vamos ver os caminhar que irá trilhar, ahaha
    O que acho mais interessante no teu trabalho, além do seu bom gosto de sempre, é que sempre manténs um pouco da história do ambiente, da cozinha, do banheiro. Neste trabalho ter que deixar tudo ao mais fiel é o máximo, e com certeza um super desafio.
    Adorarei acompanhar os próximos posts #2, #3...

    bju grande amiga
    ana

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics