AS DUAS VERSÕES DE UMA BANQUETA

20.2.16
De tempos a tempos chove um banco, banqueta, tamburete, mocho, ou como os queiramos chamar, na minha horta. Confesso que não os enjeito, até acho-lhes piada, por duas razões: além de serem jeitosos para se ter em casa porque ocupam pouco espaço, ainda podem assumir as mais variadas funções, desde assento a mesinha de apoio. Secretamente, existe uma terceira motivação: pelas suas reduzidas dimensões, é o tipo de objeto que nos faz começar uma reciclagem sem medo de errar, ou melhor, com a sensação de que se não resultar como o esperado, não se investiu muito tempo e é fácil retroceder. Ou emendar.
Desta vez, para o tornar ainda mais versátil e permitir que ele passeie sem limitações pela casa, o banquinho ganhou dois visuais: um romântico com capa acolchoada ornada de berloques e uma versão rústica com pintura de stencil no tampo. Agora é vê-lo a saltar daqui para acolá, a acomodar mais uma pessoa à mesa, a levar as plantas para apanhar sol ou tão simplesmente, a enfeitar aquele canto sem graça.













40 comentários:

  1. Em qualquer uma das suas versões fará um brilharete, com toda a certeza!!
    Adoro e acho que está lindo!!
    As fotografias também estão de se lhe tirar o chapéu, simplesmente maravilhosas!!
    Este teu cantinho é uma inspiração sem fim, e é impossível sair daqui sem ser contagiado pela energia tão boa que transmites!
    Beijinho enorme***

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito, muito, muito de ambas as versões. Que bonito! Até fico com pena de o meu caminho não se cruzar também com bancos desses. Passam anos sem que veja um! Já lá vai o tempo em que havia vários bem bonitos em casa dos avós... pergunto-me por onde andarão esses! :) Parabéns pelo bom gosto, Val.

    ResponderEliminar
  3. Ficou muito lindo, Val, nas 2 versões, obrigada!
    Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderEliminar
  4. Que lindo!! Adorei as duas versões.
    Amo suas reciclagens. Sempre cheias de bom gosto. Gostaria de morar mais perto pra ver essas suas belezuras pessoalmente.
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Ei Val, tudo bem?
    Que belezura de banqueta, linda em todas as duas versões, no quarto com o jarro de margaridas ficou um doce, com a capa acolchoada também ficou um encanto.
    Parabéns, talentosa e habilidosa amiga.
    Grande beijo.

    ResponderEliminar
  6. Que lindo!! Adoro a versão mesinha de cabeceira, com capa e sem capa :)
    Na terra dos meus pais chama-se mocho :) Curioso que nunca tinha ouvido ninguém dar-lhe esse nome!! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Mas que trabalho genial, dois em um, decoraste o tampo e ainda lhe fizeste um vestido, ficou o máximo com as borlinhas, já aviso que vou roubar esta ideia, já estou a pensar em vestir um banco desses que tenho e está apenas pintado, parabéns, o banco ficou uma delícia.

    ResponderEliminar
  8. Ai que máximo Vala!
    Máximo da criatividade e do bom gosto amiga, parabéns!
    Vou indicar seu blog pra uma conhecida minha que é arquiteta e agora
    que esta perto de se aposentar tem se dedicado ao corte e costura e logo lembrei de indicar teu blog a ela qdo a encontrei numa festa esta semana.
    obrigada pelo recado lá no post das salas! td bem explicadinho, ahaha

    Vou compartilhar o seu post no face tb!
    bju bju querida!
    ana

    ResponderEliminar
  9. Val,
    Adorei as duas versões e a cor escolhida. Eu adoro azul,e esse tom é o que tenho nas portas da minha cozinha.Gostei da estampa da capinha, e com esses berloques ficou super charmosa. Mas também apaixonei pelo tampo com stencil feito na madeira natural, deu um efeito bem diferente. Parabéns.
    Besitos, tenha um bom restinho de sábado e ótimo domingo.

    ResponderEliminar
  10. Ficou o máximo! Só não sei qual a versão que gosto mais. Tenho um, aliás dois bancos como esse à espera de reforma. Estas são duas boas ideias! Obrigada

    ResponderEliminar
  11. Oi Val, você é uma arteira e tanto. As duas versões ficaram lindas. Adorei a pintura em estêncil. Nunca fiz. O tecido é muito bonito e esse acabamento em bolinhas é muito fofo.
    Adoro ver suas artes. São sempre tão bonitas !
    Tudo de bom querida,bjssss

    ResponderEliminar
  12. Val adorei as duas versões, mas das tuas mãos não espero outra coisa.
    Se eu visse esse banco em qualquer lado, não pensava em mais ninguém a não ser em ti, porque tem a tua cara e o teu toque! Beijinhos:)

    ResponderEliminar
  13. Maravilhoso Val,
    Não consigo dizer qual a versão de que mais gosto.Estás a tornar te uma expert na reciclagem de bancos e este é sem dúvida maravilhoso.
    Bjs,
    MJ

    ResponderEliminar
  14. Este teu banco é lindo! Gosto dele de todas as maneiras, até mesmo antes de o teres reciclado. As duas versões que lhe deste, em estilo double side, é uma ideia fantástica, como dizes, podemos adaptá-lo à função que acharmos. Mas devo dizer que meus olhos ficaram presos à versão stencil e também não lhes escaparam o pedacinho de chão de mosaico antigo numa das fotos ;) Aliás, todas as fotos/ambientes criados são uma belíssima inspiração Val, um mimo para os olhos. Adorei! bjs*

    ResponderEliminar
  15. Sabes o que é dificil?
    Perceber de qual versão gosto mais. Não sei se gosto do stencil, ou se prefiro a capa.
    Uma coisa que não entendi mesmo é o facto de por aqui nunca choverem bancos :).
    Há chuvadas muito mal destribuidas...
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  16. Olá Val!
    Na minha terra, também se usa o termo "mocho" e acho-lhe imensa graça. Gosto mesmo desses banquinhos! Ficam bem em qualquer recanto e apelam ao descanso, ao repouso, em caso de necessidade. São muito versáteis. Adorei as decorações que lhe deste, tenho dificuldade em escolher a que mais gosto. Mas fiquei inspirada! Acho que o meu olhar mudou, ou seja, olharei com outros olhos, para um mimo desses. :)
    Obrigada pelas belíssimas fotos e pelas deliciosas inspirações. Beijinho grande!

    ResponderEliminar
  17. Olá querida Val gostei demais do banquinho.
    As cores ficaram perfeitas e concordo com você este é um objeto que vai bem em várias situações e cantos da casa. Tenha uma linda semana bjs.

    ResponderEliminar
  18. Olá Val :)
    Estou a ver que o banco fez muitos suspiros por aqui ;)
    Adorei esse azul escolhido ,os ponpoms e tecido escolhido .
    A versão romântica transforma se numa versão marroquina ( a meu ver )
    E com estas imagens deixaste nos inspiradas em arranjar um banco em bruto ,para percorrer a casa toda .
    Ai amiga ficou mesmo muito bonito ......
    Bom resto de Domingo
    bj
    Lulu

    ResponderEliminar
  19. Hola Val querida !! Me gustaron mucho las dos versiones. , pero la con stencil es fantástica adore esa idea

    ResponderEliminar
  20. Pois sim Val, gostei das duas versões do teu banquinho multifuncional!! Cá em casa? Ficava melhor a versão com stencil:)
    Beijinho e uma boa semana!

    ResponderEliminar
  21. Val, que trabalho lindo! Amei o azul que vc escolheu!
    As duas versões estão de muito bom gosto!

    ResponderEliminar
  22. Olá Val,

    Um banquinho é sempre útil se forem muitos melhor ainda. Ficou lindo nas duas versões, o tecido é muito bonito e olha a pintura que linda! Parabéns senhora explorando novas técnicas, rs.
    Beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
  23. Bom dia, Val,
    aqui:9:36 manhã de segunda-feira, com chuva.
    Adorei as duas versões, mas a do stencil me fez querer copiar a façanha.
    Sim, esses banquinhos são bem versáteis e se submetem a qualquer repaginada sem medo de ser feliz.
    Parabéns mais uma vez pelo caprichoso trabalho. Inspira-me sempre.
    Grande abraço.
    mari

    ResponderEliminar
  24. Adorei. Ficou lindo. Gosto mais com o aspect romântico

    ResponderEliminar
  25. ADOREI!!!!!!!!!!!!!!!
    As duas versões estão fabulosas.

    ResponderEliminar
  26. As duas formas ficaram lindas! Nem sei dizer se prefiro uma ou outra. :)

    ResponderEliminar
  27. Um banco com utilidade e cheio de pinta :-) Nunca achei um banco desse género, senão até era mulherzinha de fazer algumas experiências, apesar do meu estado amador para as reciclagens. Acho as duas versões bonitas, mas a cobertura com os pompons é mais a minha cara. Quanto à sua sugestão anterior Val, se eu experimentar eu mostro-lhe como ficou! Mas aviso já que não sou tão perfeccionista como a Val, o seu bolo com o coração será sempre mais bonito :-) Beijinhos*** Boa semana.

    ResponderEliminar
  28. Olá Val que giro ficou o banquinho. Adoro a roupinha :) :) super versátil. Se cairem a mais na tua horta, manda para a minha :)
    Beijinhos
    Teresa

    ResponderEliminar
  29. Oi Val! Muito,lindo seu banco!! E com mil e uma utilidades.
    Beijos e uma linda semana para você e sua família ...

    ResponderEliminar
  30. Adorei as duas versões!!! Lindo! Beijinhos

    ResponderEliminar
  31. Val. Gostei das várias opções, mas confesso que o banco azul com padrao bem colorido traz alegria a qualquer ambiente. Quem sabe, sabe.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Val, sobre a sua pergunta lá no blog:

    Primeiro fiz o desenho e passei o traçado para um tipo de papel contact, vazando as letras. Foi como um stêncil adesivo. Pintei puxando das bordas para o centro, para a tinta não entrar debaixo do papel. Depois reforcei um pouco para as letras ficarem bem pretinhas. Trabalhoso, mas não difícil.

    ResponderEliminar
  33. Bom dia, Val!
    Que bom que vc não os descarta, pois renderam duas versões belíssimas! Difícil escolher, pois cada uma em seu estilo além de úteis, têm lugar garantido na decoração.
    Amei o stencil!

    Abração esmagador e lindo dia.

    ResponderEliminar
  34. As duas versões ficaram lindas Val... mas a minha preferida foi a de tecido com esses pompons fofos.
    Bjs,

    ResponderEliminar
  35. Ah, sou fã desse tipo de móvel também, costumo apelidá-los de total-flex porque realmente se encaixam em qualquer canto e são pau pra toda obra. Ficou lindo e a versão 2em1 é perfeita. Belo trabalho, parabéns! Estou preparando um com stencil também, adoro o resultado dessa técnica. Logo mais deve virar post. Beijo

    ResponderEliminar
  36. Ah Val, mas ficaram lindos !!!
    Amei o de pompons, mas o de estêncil ficou muito elegante, enfim... acho que nas suas mãos o lixo vira luxo sempre !!!

    Ameiiiii !!!

    Bjus 1000

    ResponderEliminar
  37. Cataploft! Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei muito! Está no meu "top 10 criações da Val"!

    ResponderEliminar
  38. Bom, eu vou dizer que adorei... as três versões :) Também tenho cá em casa uma cadeira que foi transformada em banco (tinha a parte das costas partida e retirámos) e que foi apenas lixada. Ainda estou na dúvida se pinte ou não.

    O teu banco ficou muito bonito e eu tenho que dizer que também gostei da versão do antes porque adoro esse tipo de bancos.

    Bjs

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics