O SONHO COMANDA A VIDA

23.8.13
Quando iniciei este blog,jamais me passou pela cabeça escrever sobre a família.A intenção era e continua a ser,partilhar ideias de decoração e arquitetura, que é aquilo que inspira o meu dia a dia e o que mais gosto de fazer.
Mas os meses passam, vou vos conhecendo melhor e de vez em quando lá deixo escapar uma coisa ou outra sobre mim ou as pessoas que me são mais próximas. Nada mais justo, afinal, à medida que vos leio,também eu fico a saber um pouco mais sobre as vossas vidas.

Hoje vou vos falar da Bea.
Entre as duas fotos abaixo,passaram-se 10 ou 12 anos,não consigo precisar.
Foram anos de treinos intensos, vitórias, derrotas. Choros de alegria e de desilusão também. Lições que levou dos campos para a vida. Trabalho árduo dela. Apoio pleno e incondicional do pai.
Desde pequena com o objetivo de um dia jogar em equipe, por uma universidade Americana de 1ª divisão do ténis.
Em Setembro,há um ano, sagrou-se campeã Nacional sub-18 e o ideal Americano ficou mais perto.
Esta madrugada, ela embarcou para os EUA. Num misto de felicidade e inquietude. A bagagem pesada, carregada de mais sonhos e ilusões.


Criei os meus filhos,a saber que eles não eram meus,e sim do mundo. Esta, é a segunda filha que deixa a casa para voar mais alto. Admiro a coragem e determinação das duas.
Eu nunca fui assim.
Agora, com licença que eu vou aprender a ser mãe de filho único. Sim, sobra um mais novo. Mas que também já fala em partir.

24 comentários:

  1. É amiga, e assim a vida segue seu curso, eu já não tenho mais filho em casa, aqui é só eu e meu marido, só no domingo é que a casa fica movimentada, pois o meu filho vem com a esposa para passar o dia, o outro que eu criei que é só do meu marido, nunca vem, virou homossexual, e não gosta de vir aqui, tem outro tipo de vida, vida essa que não me agrada muito, mas a casa é só minha e de meu marido, o chamado ´´ninho vazio``, é muito chato por um lado pois ficamos um pouco abandonados, por outro eu ate que gosto, pois a casa fica arrumada e eu não tenho muito o que me preocupar com comida e roupas para um monte de gente. Da pra eu me cuidar melhor. E a vida é assim mesmo, devemos agradecer que estão com saúde e muita sede de viver, coisa que já tivemos muito também. Um bj minha querida e fique com Deus.

    ResponderEliminar
  2. Eu esqueci de dizer que a sua filha é muito linda, meus parabéns.

    ResponderEliminar
  3. Oi, Val, adorei conhecer mais um pouquinho sobre vc. Com minha mãe, aprendi que a gente realmente cria os filhos para o mundo, apesar de sentirmos o coração meio apertado toda vez que percebemos que estão saindo debaixo de nossas asas. Na verdade, é uma mistura de aperto com orgulho. Parabéns pela Bea, que seus sonhos não parem por aí e que tenha muito sucesso em suas realizações. Beijo grande em vc!

    ResponderEliminar
  4. Tenho dois filhos ainda pequenos, mas tenho plena consciência que um dia eles vão partir e vai custar tanto deixá-los ir... Agora percebo a minha mãe quando eu saí de casa (tinha 18 anos), ela ficou triste mas eu estava muito feliz. A vida é mesmo assim. O importante é ensinar os filhos de que devem lutar sempre pelo que querem e ensiná-los a "voar". Tenho a certeza de que a Val fez um ótimo trabalho com os seus filhos e a sua menina vai voar muito alto.
    Felicidades. Bjs

    ResponderEliminar
  5. Olá! Julgo que acontece isso com todas as blogueiras: começa em sede de anonimato e quando damos por isso já vamos partilhando a casa, a familia etc... Sabe, as mães não devem nunca ser "mães galinhas"! Devemos ser "mães águias" e deixar os filhos voar... com os seus medos e as suas dúvidas... Manuela

    ResponderEliminar
  6. Os meus tesourinhos ainda são muito pequenos, tenho, se Deus quiser, muitos anos pela frente para os ter só para mim, mas também sei, que eles vão crescer, por isso tenho que os criar para a vida.
    Não deve ser fácil vê-los sair, mesmo que rumo aos seus sonhos...
    O coração de mãe é o que mais sofre, mas também é o que mais sorri, quando tal como no teu caso, se enche de orgulho por mais uma realização de um filho.

    Muito boa sorte para ela.

    Bjs e bom fds,
    MJ

    ResponderEliminar
  7. Snif, snif... posso imaginar o que vc sente.
    Tenho só um filho, com 18 anos e já vislumbro o dia em que ele partirá.
    Mas a gente continua aqui, tá? Para o que der e vier!

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Hola Val mis niños son aún pequeños , pero se que los hijos son prestados,,, la felicito por su hija tenista,, éxito para ella,,,
    Cariños

    ResponderEliminar
  9. Olá Val, parece tão jovem e já tem filhos tão crescidos! Permita-me dizer-lhe que tem uma filha linda e dar-lhe os parabéns por ter a coragem de seguir os seus sonhos, mesmo longo dos pais. Força aí com as saudades! Mas como referiu os filhos não são nossos, embora me custa aceitar isso é bem verdade. Também eles vão à vida deles como fomos à nossa. Beijos. Evelyne.

    ResponderEliminar
  10. Oi Val, que bacana seu texto, adorei saber mais sobre vc. O título do seu post diz tudo, pois os sonhos realmente comandam a nossa vida, e acho que devemos lutar por eles, sempre! Parabéns pra sua filha, que é linda, determinada e sabe muito bem o que quer... Desejo sorte e muitas felicidades pra ela;)
    Beijos e bom final de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Liduh,O título, "roubei" do belo poema " Pedra filosofal" de António Gedeão.
      O último verso diz o seguinte:

      "Eles não sabem, nem sonham,
      que o sonho comanda a vida,
      que sempre que um homem sonha
      o mundo pula e avança
      como bola colorida
      entre as mãos de uma criança."

      Achei que nada faria mais sentido aqui do que essa frase.

      Eliminar
  11. Ai, que dor no peito me deu agora.
    Tenho dois aqui e aqui na Europa eles aprendem a voar mais cedo que no Brasil, né amiga?
    Parabéns por ter ensinado seus filhos a voar.
    Que imagem linda. Os sonhos existem, a gente que faz acontecer.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  12. Que lindo você compartilhando sua história familiar para as blogueiras.
    Parabéns pela bela criação..e obrigada por sinalizar minha ausência no blog.
    Um grande abraço.Sandra

    ResponderEliminar
  13. Passando para te desejar uma ótima terça.
    Abraços.Sandra

    ResponderEliminar
  14. Val, eu gostei tanto daquele trecho do poema, que coloquei lá no blog, logo abaixo do meu perfil. Achei inspirador, lindo;)
    Obrigada;*
    Beijos e bom dia!

    ResponderEliminar
  15. Desejo o maior sucesso e ainda não cheguei a esse dia mas imagino que seja tão estranho vê-los sair. Eu sou um bocadinho mãe galinha. Tudo de bom, daqui a pouco estão de volta ... :)

    ResponderEliminar
  16. Eu como sou um bocado galinha ,aqui só aprendi contigo.;)
    Tenho a certeza que o orgulho será reciproco entre mãe e filha .
    Os meus parabéns
    bj mt grande
    Lulu

    ResponderEliminar
  17. parabéns. Tão bom ter filhos assim!

    ResponderEliminar
  18. Parabéns para ela e para você, que criou os filhos para que eles batessem suas asas na direção dos prórios sonhos!

    ResponderEliminar
  19. Que orgulho, que aperto no coração... Nem consigo imaginar o que é sentir esse misto! Aproveita para mimar o filhote e começa a pensar mais em ti! Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  20. Tão bom quando a partida é para realizar sonhos e cheia de boa expectativa! E que os filhos voltem sempre com saudade e a certeza de que têm uma família de braços abertos a desejar que voem alto. Parabéns.

    ResponderEliminar
  21. Digo exactamente o mesmo...os filhos não são nossos são do mundo, mas se eles querem, quem somos nós para os travar ;)

    ResponderEliminar
  22. Boa sorte para a Bea e coragem para a mãe :-) Também tenho 3 já a sacudir as asas. De vez em quando ficam uns tempos fora, mas ainda regressam... até ver.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  23. hey mummy! que saudades ja!Foi quase ha um mes!haha

    Espero que possas vir visitar soon!adoro o blog e adoro te a ti! beijinhosss

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics