ERVAS AROMÁTICAS EM LATAS

30.5.14
Sempre que vejo uma decoração feita com latas, dá-me uma vontade enorme de fazer igual. Até já tinha trocado ideias com colegas de blogs, pois andava numa procura desenfreada por latas que tivessem o rótulo impresso diretamente no recipiente, e não em papel, como é o mais comum. E não encontrava no mercado nacional latas interessantes que pudessem servir para o efeito.
Na minha recente viagem aos EUA, estive junto à fronteira com o México e bateu-me aquela associação de ideias: México-comida picante-latas coloridas. E não é que eu tinha razão?
Sob o olhar incrédulo do marido, lá embarquei eu de volta a casa com conservas de molho para enchilada e japaleno (já devidamente esvaziadas) e mais algumas de produtos americanos.
E como quem já não procura mais, acaba por, sem querer, encontrar, eis que começo a ver em Lisboa reposição das latas dos chocolates em pó Milo e Coqui, que sinceramente, pensei que já não se fabricavam mais. E dei-me conta que várias marcas de leite para bebé e azeites, não usam o  rótulo em papel, assim como as salsichas Nobre e o famoso Nesquick. Ou seja, tinha andado bastante distraída...
A ideia com as latas, era montar a minha mini-micro-nano-horta. Dá-me gozo ir lá fora colher os meus próprios temperos e fingir que sou o Cristiano Ronaldo da cozinha.
Um velho escadote de madeira, serviu-me de escaparate.
E agora vamos combinar o seguinte: se a coisa der certo, as ervas desenvolverem-se e eu até arranjar outras espécies (e mais latas) para encher os degraus, eu dou notícias. Se pelo contrário, isto revelar-se um rotundo fracasso, esquecemos este post e encerro definitivamente a minha carreira de latafundiária!

A MANTA DO ARTHUR

23.5.14
Há pouco mais de um mês chegou um bebé na família. Um primo sobrinho ( existe esse  grau de parentesco? ).
A minha prenda de boas-vindas para ele, é uma manta em patchwork. Não para lhe servir de agasalho, pois isso ele não vai precisar, mas para que ele apanhe os seus "banhos de sol" às 6h30 da manhã, no jardim de casa. Como é costume para os bebés que nascem onde o clima é quente ( e neste caso, húmido também ) durante todo o ano.
Escolhi tecidos com padrões cujos desenhos "coubessem" dentro dos triângulos, optando por vários tipos de xadrez, e também umas riscas. Tudo com cara de "homenzinho".
Como o Arthur nasceu a um oceano de distância, ainda não tive o prazer de o apertar no meu colo, mas o meu desejo é que ele se sinta mimado e acarinhado na manta, tanto quanto eu senti-me feliz ao costurá-la!

FROM U.S.A. WITH LOVE #2

16.5.14
Como prometido, mais ideias que trouxe na bagagem e que adaptadas à nossa realidade, podem fazer grandes diferenças. Inspire-se!

Encanta-me a ação do tempo sobre os elementos pois a peça fica mais interessante e conta uma história. Esta é a porta de uma loja em Broome Street, em pleno Soho de Nova Iorque. Imperfeições e camadas de tinta assumidas, tornam-na única.

FROM U.S.A. WITH LOVE #1

9.5.14
Quem me acompanha por aqui, sabe que passei mais de duas semanas nos Estados Unidos. Visitei Nova Iorque, voei até à Califórnia e voltei para o Texas. Não é um roteiro turístico nem a descrição dos meus dias por lá que vos vou fazer, pois além de não vos querer maçar, o que não falta por aí são bons sites ou blogs de viagem que falem sobre Nova Iorque, San Diego ou Dallas, dando-nos dicas imperdíveis para cada cidade. E bem melhor do que eu o poderia fazer, uma vez que não planeio viagens. O meu conceito de turismo passa mais por andar e descobrir, e bem menos por enfrentar filas em locais da praxe.
O que gosto mesmo é de registar, durante os meus giros e voltas, aquilo que me faz arregalar os olhos. Algumas curiosidades, deixei-as ficar no Instagram, mas outras partilho-as aqui convosco em duas partes. Hoje ficamos por NYC e na semana que vem, mais NY, mas também Cáli e Texas. Ok? então vamos lá...

Na famosa loja de departamento Macy´s, encontrei esta mesa montada a preceito. Achei interessante o fato da toalha ter o mesmo desenho da loiça, e pensei, porque não? Uma boa ideia para as que são hábeis com o pincel, pensarem com carinho. O que atrai também a nossa vista é o contraste dos vários tons de azul com o amarelo vivo das cadeiras Thonet.

SEXTA DE BICICLETA

2.5.14
A iniciativa é da MUBI- Associação para a Mobilidade Urbana em BIcicleta, e convida a todos, para a cada sexta feira, levar a bicicleta para a rua. Não importa o objetivo, o importante é pedalar para uma rotina saudável e um futuro com mais bicicletas na rua.
Não sou de dar a cara nem de me engajar em força numa causa, mas se conseguir servir de inspiração para alguém, ficarei feliz e terei, talvez, feito "a minha parte". Se é motivação que lhe falta, ela pode estar aqui .
 
Parqueamento para bicicletas na cidade de Fort Worth, Texas, EUA. A forma segue a função. Ou vice versa.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics